EXCLUSIVO: conheça o HUB Lab, novo selo do HUB Music Group

Nos próximos dias entrará em atividade o HUB Lab, novo selo musical do HUB Music Group, que surge como uma excelente opção para os talentosos artistas da música eletrônica brasileira que estejam em seu momento de ascensão.

O selo HUB Records (carro-chefe do grupo) atualmente trabalha em sistema de parceria com a Sony Music Brasil, e a cada dia se consolida como a maior operação fonográfica de música eletrônica da cena brasileira, colecionando hits em menos de um ano de parceria.

Devido ao enorme volume de demos e material que não tem a possibilidade de ser lançado pelo selo HUB Records, surgiu a ideia da criação de um segundo selo, batizado de “Lab”, que funcionará como uma espécie de “laboratório” de novos talentos e sonoridades.

“Com a criação desse novo selo vamos conseguir abraçar os inúmeros talentos da música eletrônica brasileira, lançando-os tanto pelo HUB Records, quanto pelo recém-nascido HUB Lab” explica Felippe Senne, A&R do HUB Music Group.

No selo HUB Records serão lançados os artistas mais estabelecidos no mainstream eletrônico nacional, aí incluídos Cat Dealers, Felguk, Evokings e JØRD, integrantes do cast, além de artistas de gigantesco peso na cena, como Vintage Culture, KVSH, Dubdogz, Shapeless, VINNE, Groove Delight, os quais já fizeram lançamentos de sucesso pelo selo.

Já no HUB Lab serão abertas oportunidades para artistas, gêneros e sonoridades em ascensão, ou seja, lançamentos com maior liberdade de experimentação, sem a pressão de grande sucesso comercial, coisa que já espera-se dos lançamentos do selo HUB Records.

“Já temos agendados releases de artistas talentosos no HUB Lab, aí incluídos BIAN, Gannah, SUBB, entre vários outros a serem anunciados. Além disso teremos como plataforma de busca de novos talentos a comunidade de produtores musicais do curso Make Music Now, que já revelou diversos artistas do cenário nacional, como Cat Dealers, JØRD e Evokings”, antecipa Matheus Tavares, label manager dos selos HUB.

A intenção do HUB Lab é também de implementar a mentalidade de “collab” não só entre artistas, mas também entre os canais de divulgação do mercado eletrônica brasileiro.

“Estamos em negociação com os canais Deepink, Mix Feed, O Problema É Grave e Só Track Boa, buscando um formato de troca de divulgação que seja moderno e justo para todos os lados. O intuito é de, no final das contas, fortalecer as peças mais importantes da cena: os artistas” complementa Felippe Senne.

A gigante The Orchard será responsável pela distribuição do material do selo HUB Lab nas plataformas digitais, mesma empresa que atende a algumas majors da indústria, como Sony Music e Som Livre.

“Percebemos que excelentes artistas ficaram ‘desamparados’ ao não terem seus releases abraçados pelo HUB Records, portanto arregaçamos as mangas, alocamos parte de nossos recursos financeiros e de nossa equipe, para poder aumentar o número de lançamentos e artistas impactados pelo trabalho do HUB Music Group” explica Felippe Senne.

Para acompanhar os lançamentos dos selos HUB Records e HUB Lab basta suas contas compartilhadas no Soundcloud, Instagram e Facebook:

www.soundcloud.com/hubrecordsbrasil
www.facebook.com/hubrecordsbrasil
www.instagram.com/hubrecords

Quais artistas e sonoridades você gostaria de ver no novo selo HUB Lab?